domingo, 18 de março de 2012

Dia Mundial do Contador de Histórias


Das coisas que eu sei, muitas aprendi de Contadores de Histórias. Em Nova Iguaçu (RJ), quando menino,  ouvia histórias contadas por minha avó e minha mãe (quase nunca de meu pai). E ainda pelos antigos programas de rádio. Depois de grande ouvia-as dos livros e  dos amigos em mesas de bar. Muitas vezes estas foram as mais interessantes e proveitosas. Até hoje adoro ouvir histórias e venero seus contadores. 

Dia Internacional do Contador de Histórias 
Dia 20 de março é mundialmente consagrado a esses encantadores. Eis porque hoje faço essa postagem com algumas trovas (abaixo) do amigo Antonio Juraci Siqueira (veja AQUI), um grande contador de histórias. Com elas homenageio todos os contadores e apreciadores de histórias, em especial minha amiga Comadre Florzinha, que em 2008 ajudei a criar um blog maravilhoso (veja AQUI).
 
AUMENTANDO UM PONTO...
Para todos os que fazem da contação de histórias a sua razão de ser e estar no mundo.
 
De quando em vez me comovo
no meio da garotada
descobrindo um mundo novo
num velho conto de fada!
 
Para vencer os conflitos
dos nossos dias tristonhos,
invento contos bonitos
e neles ponho meus sonhos!
 
Cada história recontada
é uma fecunda semente
que quando na alma é lançada,
germinará, novamente!
 
Quando as luzes da ribalta
o Tempo apaga, sem dó,
meu coração sente falta
das histórias da vovó...
 
Dragões, animais falantes,
duendes, bruxas malvadas...
Quantos mitos cativantes
num simples conto de fadas!
 
– Dona Benta! – Narizinho!
– Pedrinho! – Emília! – Visconde!...
Hoje, confuso e sozinho,
chamo e ninguém me responde!..
 
Brincadeiras de criança,
histórias do “era uma vez...”
Quanto mais a idade avança,
mais eu clamo por vocês!...
 
Contador, conta teu conto
e, nessa tão nobre lida,
aumentarás mais um ponto
na história da tua vida!
 
Para viveres sem trauma,
planta amor por onde andares
pondo um pouco da tua alma
nas histórias que contares!
 
Conta uma história de amor,
põe nela paz e esperança
que nada tem mais valor
que os sonhos de uma criança!
 
Quem sonha um novo horizonte,
torna o mundo mais risonho
e faz do conto uma ponte
estendida sobre o sonho!
 
A vida – tão complicada,
cheia de problemas mil –
é simples, bela  e encantada
dentro de um conto infantil!...
 
José Monteiro Lobato,
teu mundo alegre, infantil,
tem vida e cheiro de mato,
tem jeito de “Zé Brasil”!
 
Saltitante, zombeteiro,
alegre, maledicente...
Como esse Saci matreiro
instiga os sonhos da gente!
 
Nem mesmo o computador
com toda a tecnologia
podem matar a magia
que há na voz de um contador!
 
Antonio Juraci Siqueira
poeta, educador e contador de histórias.

2 comentários:

SOCIOLOGIA... E MAIS disse...

No domingo passado li uma reportagem sobre o que é ser um contador de histórias na Amazônia. "Um criador de mundos", entre outras definições, segundo o próprio Antônio Juraci Siqueira. E, segundo o autor, não é difícil. Modéstia!

Abraço,
Léa

Franz disse...

Léa, todos podem "contar" histórias, mas só um genuíno Contador pode "encantar" com suas histórias.
Que bom que vc. passou por aqui, leu esse post e deixou seu comentário. Grato!

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum