quarta-feira, 15 de abril de 2009

Tertúlia Virtual: O Prazer de Blogar

Esta postagem é parte da blogagem coletiva do Tertúlia Virtual (Clique AQUI para ler todas), que acontece todo dia 15. Desta feita com o tema "Prazer".

Muitas coisas dão-me prazer: ler, ouvir boa música, o abraço dos meus filhos, o amor por minha mulher, ter um dia proveitoso, ensinar, aprender... viver. E dentre essas, ensinar aos professores das redes públicas estaduais e municipais de Belém a usarem blogs como ferramenta auxiliar do processo ensino-aprendizagem, e ver o resultado disso refletido nos blogs das escolas é uma das mais recentes que descobri.

Conceituar Prazer é tão difícil quanto conceituar Deus ou Amor. Isso porque para uns o prazer está nas coisas do espírito, como ler, por exemplo; enquanto para outros o prazer está nos encantos e seduções da carne, como fazer sexo. Assim, é possível que alguém diga que o sexo pode dar tanto prazer quanto a leitura de um bom livro. E como há doido pra tudo, não me admiraria se aparecer alguém que, indeciso entre transar e ler um livro, acabe fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.

Sabemos que alimentar o espírito é tão prazeroso, e necessário, quanto alimentar o corpo físico. Há aqueles cujo espírito sofre de anoréxia enquanto o corpo pena entre dobras de lipídio e colesterol; outros parecem que sentem prazer cultivando doenças que só existem em suas cabeças, e outros mais se entregam a morte lenta do cigarro, das drogas e da bebida...Quem entende a natureza humana em sua busca pelo prazer?

10 comentários:

Maria disse...

PRAZER

Que prazer é este estacionado em tua mente,
Que me deixa fincada nessa gazua,
gelada
silenciosa.

OBRIGADA, PELO PRAZER DE ESTAR AQUI.

Mírian Mondon disse...

Parabens pela participação. Me identifico com seus texto porque voce pelo que percebi é mais do estilo "fazer acontecer!"
Parabens por seu belo trabalho!

Abraços

rociorodi disse...

Bom convite, pura sedução!

Sentir prazer e conceituar é puro virtuosismo...

A palavra em si faz estar e nas asas da liberdade, asas da imaginação, asas das vivências...

E assim você vai desfrutando e nos fazendo despir, saborear, arregalar e pedir bis.

Acabou, por quê?

Maria do Rocio

Fatima Cristina (www.fccdp.com) disse...

Oi Franz,

Li seu comentário no Café com Poesia e vim compartilhar do seu prazer nesta Tertúlia. Que bom!

Gostei de passear na sua rua e voltarei várias vezes com mais tempo.

Quando quiser, o "Boa Baltazar" o receberá para uma visita ou duas ou três...

Parabéns pela participação.

Abraços,
Fatima

Nanda disse...

Gostei, lembra um pouco o que eu escrevi, também enfoco o lado espiritual.

Abraços!

Jo. disse...

O seu PRAZER de ensinar, foi o mais bonito que vi até agora.
Também estou participando da tertúlia deste mês. Me visita tá?

Andrea Vaz disse...

Conceituar o prazer foge realmente a uma definição exata. Pode estar ligado ao momento que a pessoa está passando. Bela reflexão!

Viva a vida! Viva o prazer!!!

Eduardo P.L disse...

O PRAZER de blogar! Este eu tenho em grande escala!
Parabéns pelo seu texto!
Obrigado por participar desta tertúlia. Outras virão e conto com você!

Forte abraço

Eduardo Santos disse...

Olá caro amigo. Pode crer que foi mesmo um prazer visitar este cantinho. Depois de bastantes visitas - e ainda faltam tantos - e de apreciar as diversas interpretações que este tema suscitou, fiquei satisfeito por encontrar no seu texto grande parte daquilo que penso. Por tudo isso, foi bom conhecer o seu cantinho e vou tentar voltar. Tudo de bom para si.

Nade disse...

Olá!
Ontem foi muito corrido pra mim e, por isso, não tive como ler seu post no dia da Tertúlia... Mas aqui estou eu!
Prazer em conhecer o seu blog, em ler o seu post, em ver que és de Belém como eu, em ver um excelente trabalho!
Amei!
Tô te seguindo...
Bjs
Orgulho de Ser

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum