sábado, 31 de julho de 2010

Cenas de Ruas de Belém 4

Nas Cenas de Ruas de Belém deste mês trago apenas dois motivos. O primeiro é um retrato da nossa euforia passageira no rumo ao HEXA, na Copa da África. 

Por todo canto, muros, fachadas e ruas traziam as cores verde e amarelo e marcavam nossa brasilidade, nossas expectativas e fé na conquista do hexacampeonato, ainda que a seleção do Dunga"búô" não convencesse.   

Mas em 2014 teremos a Copa aqui no Brasil. Até lá, teremos eleições. Em outubro próximo as majoritárias, e em 2012 para prefeitos e vereadores. Seria muito bom se a população se mobilizasse e se unisse como fez agora  nessa Copa, para escolher seus candidatos com base na honestidade, na sua Ficha Limpa, nas suas ações pregressas, e não agisse como o Dunga"búô". 

O Prateado de Belém
As imagens abaixo mostram o primeiro (talvez único) artista de rua a se apresentar como estátua viva em Belém.  Ele é uma figura bastante conhecida e encontradiça em locais por onde passam milhares de pessoas por dia, como na frente de Shoppings e da Estação das Docas.

Ontem conversei com ele na frente do Shopping Pátio Belém.  Diante de sua caixinha de madeira ele fica parado por horas, imóvel. As pessoas passam e atiram moedas na caixa, quase sempre para vê-lo mover-se em agradecimento.

Seu nome é Edson, tem 51 anos e há 7 está nessa profissão. Ele me contou que no começo foi muito difícil se concentrar e se isolar dos barulhos ao redor e permanecer longo tempo numa única posição. O mais difícil foi ficar em pé no asfalto quente. Quando perguntei porque  não usava algo sob os pés, disse que já estava acostumado.

 
Sem querer esbarrei o braço nele e fiquei com quase um palmo de tinta prateada no antebraço direito. Soube que era uma mistura de purpurina prateada com óleo de amêndoas.

Qualquer dia farei uma nova postagem sobre esse grande artista das ruas de Belém.


3 comentários:

lucidreira disse...

Muito bom a primeira parte, temos mesmo que dá um basta e cmeçar a escolher com razão e não com o coração.
A segunda parte é mais interessante ainda, só um bom artista para passar o que eles passam. Concentração e firmesa no que gosta de fazer.
Parabéns
Abraço

Prof. Adinalzir disse...

Concordo com o Lucidreira. Temos que escolher com a razão e não só com o coração. Que essa escolha sirva para a Copa de 2014 e para as eleições!

Quanto ao artista, tipos como esse fazem parte da história de uma cidade. Temos vários deles aqui no Rio de Janeiro.

Abraços! :-)

Jonathan Simon Prates disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum