domingo, 1 de novembro de 2009

Brinquedos humanos de ontem e de hoje

Essa postagem faz parte da blogagem coletiva do Blog Vou de Coletivo, cujo tema de novembro é "Brinquedos: dos mais antigos aos mais recetes". Leia as outras postagens AQUI.
............................................................................................
Brinquedos humanos de ontem e de hoje

Um brinquedo é a ferramenta de um jogo que traz lazer e diversão ao usuário. É um instrumento de alegria, de prazer, de gozo individual ou grupal. Independente de idade, sexo, religião ou condição social, todo ser humano gosta de brincar, o que muda é o tipo de brinquedo.

Quando se é bebê, tudo é brinquedo: água, chupeta, dedão do pé, cocô...
Na infância novos brinquedos surgem ou são criados e descobertos. É uma fase de brincadeiras quase sempre egoístas, individuais.

Se for menino é bola, carrinho, pipa, bonecos de super heróis...
Se for menina é boneca (quase sempre Barbie),  bichinhos de pelúcia, maquilagem da mãe, panelinhas, fogãozinho...

Entrando na puberdade/adolescência os brinquedos também mudam. As brincadeiras apelam para o espírito coletivo e o tribalismo, embora algumas "brincadeiras" sejam realizadas na solidão.

Se for garoto é o prazer solitário, o "cinco contra um", o futebol no campinho, as meninas, os games, Orkut, mais meninas, MSN, Twitter, fumo, álcool, "carreira", sexo...
Se for garota é celular, maquilagem da mãe, meninos, MSN, Orkut, sapato, bolsas...

Na fase adulta alguns dos brinquedos descobertos na adolescência desaparecem, outros assumem o maior destaque. Permanece o espírito grupal, sem no entanto extrapolar para o universalismo.

Se for homem é sexo, futebol, mulheres, álcool, mulheres, fumo, carros, sexo, malhação, mais mulheres, tatoo, muito mais sexo, chifre...

Se for mulher é  cartão de crédito (melhor quando é do marido), bolsas, sapatos, perfumes, carros, malhação, lipo, botox, silicone, tatoo, sexo, chifre...

Na velhice, indistintamente de sexo, aposenta-se muitos ou quase todos os brinquedos até então usados, e adota-se outros com foco na recreação, na distração. Nessa fase os brinquedos alternam-se entre coletivos e individuais: dama, dominó, paciência, palavras cruzadas, bingo, plantas, livros, netos, TV...

Porém, sempre existiram aqueles cujos brinquedos são coletivos mas suas brincadeiras são egoístas. Eles gostam de brincar com muitas pessoas, mas são os únicos que querem se divertir, sentir prazer na brincadeira. Via de regra seu único e exclusivo brinquedo é um jogo chamado Ambição. Um jogo basicamente sem regras, que se joga com um brinquedo chamado "dinheiro". Ganha quem alcançar o objetivo do jogo, o Poder.

Seus principais jogadores são os governantes e políticos corruptos, os empresários sem escrúpulos e os líderes religiosos obcecados pelo sucesso material. Para esses o mundo todo é um parquinho de diversões e, por detrás de cada guerra ou conflito armado, de cada comunidade miserável, de cada ato de violência, de cada jovem drogado, de cada pessoa infeliz, com fome, sofrendo por falta de saúde, por falta de terra para trabalhar ou por falta de emprego e renda, sempre há o sorriso de um deles.

POSTAGENS RELACIONADAS:
Masturbação Tecnológica pelo Computador
Pará, terra de a torto e a direitos
Eleições obrigatórias é democracia?

21 comentários:

Chica disse...

Linda abordagem sobre os brinquedos nas suas mais deversas formas.abraço,tudo de bom,chica

Adriana disse...

Olá
Não tenho o dizer ou fazer senão aplaudir esse maravilhoso texto.

Parabéns

Ana Lúcia Porto disse...

Oi Franz,
Sim, o brinquedo como bem disse, ajuda no social, no raciocínio, na imaginação etc...
Prazeres inocentes e divertidos são saudáveis...

Eu não concordo que sexo e estética possam ser brinquedos, embora, como você disse, há quem brinque com eles... Eu já faço distinção.

Beijos e também faço parte desse Coletivo,
Ana Lúcia.

Prof. Adinalzir disse...

Caro Franz

Quantas saudades... Fiz uso e ainda faço, de todos os brinquedos citados no texto...

Só não usei e nunca irei usar os dos corruptos e dos enganadores. Esses e suas práticas, me repugnam.

Meus parabéns, pela bela abordagem!

Abraços, :-)

Sandra disse...

Estou também participando da coletiva dos brinquedos.
Passe lá e confira.
http://sandrarandrade7.blogspot.com/

Vamos de coletivo, para ser ,ais rápidos.
Com carinho
Sandra

angela disse...

Muito interessante seu texto. Uma abordagem ampla e suscinta ao mesmo tempo.
beijos

Teresa disse...

Olá Franz
O seu texto traz uma abordagem diferente ao conceito "brinquedo", aquilo que nos dá prazer manipular, e assim chega ao caso extremo daquele que brinca com as pessoas à sua volta. O seu texto está muito interessante.
Abraço

Compondo o olhar ... disse...

muito interessante o seu foco nesta blogagem... adorei!!!
tbm participo!

bjocas

Edimar Suely disse...

Olá,

O espaço Jesus Minha Rocha completou 4 anos de existência e 85.000 visitas e você faz parte dessa história. Vem comemorar comigo e traga seu mimo.

Te espero por lá.

Smack!

Edimar suely
jesusminharocha2.zip.net

Franz disse...

Querido/as leitores,
Desculpem nao reponder aqui cada comentários, mas estive completamente sem tempo.

Agradeço a Chica, Adriana, Adinalzir, Ana Lucia, Sandra, Angela, Tereza, Compondo o Olhar, Edimar pelas considerações sobre a postagem. Fiquei muito contente com suas palavras.

Mari Amorim disse...

Olá,
deixo-lhe esse carinho,como comentário ao post da blogagem vou de coletivo.
Onde mora o sonho?
Há uma festa no ar?
Confetes
Enfeitiçam
O coração
De quem se prende
Nos versos escritos
Da poesia...
... De uma brincadeira infantil
desculpe pelo atraso,lindo post
Boas energias
Mari

Franz disse...

Mari, muito obrigado pela visita, pelo carinho e pelo belo poema, que nos mostra que sempre há sonhos e festa numa brincadeira infantil.
Franz

Profª Thaiza disse...

Olá, Franz!
=]
Deixei um selo pra você lá no QUIMILOKOS, VIU?!
[]'s

J. Araújo disse...

Os briquedos de hoje não estimula em nada a imaginação das nossas crianças. Por mais prpaganda que se faça; prefiro os de antigamente. Ou entaão os brinquedos de montar; tipo quebra cabeça. Mais que criança de hoje querem isso!! Excelente abordagem do assunto.

Abraço

Franz disse...

Oi, J. Araújo! De fato, os brinquedos atuais subtraem a criatividade e a imaginação. Mas a culpa não é das crianças. Crianças, por mais que a tecnologia evolua nossa civilizada sociedade, serão sempre crianças. Criança naõ gosta de brinquedos caros ou sofisiticados. Quem gosta de brinquedos caros e vistosos são os pais, criança gosta de brincar, de preferência com os pais. O problema é que estes estão cada vez menos disponíveis para isso.
Muito obrigado por sua participação aqui.
PAraônicamente,
Franz

Reino da Fantasia disse...

Um belo texto! bjs

Carla disse...

Olá Franz, adorei a forma bem humorada e abrangente com que descreveste os brinquedos e as faixas etárias... A "grosso modo" é bem assim mesmo! O pior éque somos apenas peças móveis na mão do jogo dos políticos! Um abraço, voltarei mais vezes pra acompanhar seus posts! E obigada por sua visita lá na minha "padaria virtual". Carla

Franz disse...

OI, Soninha (Blog Reino da Fantasia), obrigado pela visita. E parabeśn pelo belo blog. É muito agradável visitá-lo.

Franz disse...

Oi, Carla. Pois é, menina, vc. disse a palavra certa: somos peças no jogo de tabuleiro dos poderosos, que dirigem os destinos das nações, do mundo. Há um livro intitulao Governantes Invisíveis e Sociedades Secretas que trata disso. Ode não ser vero, mas é bem trovatto.
Volte sempre, é um grande prazer.
Franz

Ana Filipa Oliveira disse...

Parabéns, por ter sido tão rápido a aceitar o desafio e ser o primeiro da lista de postagens a propósito de um tema proposto por mim no Vou de Coletivo!. Adorei o seu texto, sobretudo, porque quando se começa a ler não é previsível o seu final, tão sério e tão real. Até à próxima!

Franz disse...

Oi, Ana Felipa. Eu é que te agradeço pela brilhante proposta de tema para o Vou de Coletico, a qual me deu a oportunidade de escrever sobre um tema tão banal, porém tão siginficativo em nossas vidas e na nossa formação.
Gosto muito de blogagens coletivas, pois encaro como um interessante exercício de produção textual. E fico gratificado com comentários feito o seu.
Obrigado por ele e pela visita!
Até a próxima BC.
Franz

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum