terça-feira, 3 de junho de 2008

Professores brasileiros não conhecem suas disciplinas

Este é o título, implícito, da reportagem publicada pela VEJA desta semana. Leia um trecho:

Poucos fatores influenciam tanto o desempenho de um aluno em sala de aula quanto o nível de seu professor. Por essa razão, é especialmente preocupante o que mostra um levantamento recente feito com base no desempenho de 260 000 professores em concursos públicos de quatro das maiores redes de ensino do país – Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo: 73% deles foram reprovados em testes básicos das áreas em que pretendiam lecionar, entre elas matemática, português e física. Quase todos já dão aula em escolas públicas ou particulares. Boa parte dos 27% restantes, esses aprovados, passou raspando. O resultado não é exatamente uma surpresa.

Ainda que tenhamos certas reservas quanto a VEJA (nesse caso, ela fala num "levantamento", mas não cita a fonte), essa reportagem não acolhe a mentira. E, na minha opinião, os professores que nela aparecem como exemplos de profissionais despreparados (um, inclusive, tirou nota 2,0 (dois) num concurso público para sua disciplina, em São Paulo), ou são inconsequentes ou doidos. A não ser que eles tenham certeza que nenhum de seus diretores, alunos ou responsáveis, lê a VEJA.

Bem, o fato é que essa situação existe, e nao é de hoje. Mas quem faz o mercado não é o trabalhador. O que me deixa indignado com o cinismo por detrás dessas informações é que elas intentam culpar o professor, escondendo que são os políticos que desviam verbas da educação e as políticas públicas para o setor, propositalmente falaciosas e negligentes, os verdadeiros culpados pela má qualidade do ensino nacional, tanto da rede pública, em sua maioria, quanto da particular. Que o diga o governo do sociólogo FHC, que muito contribuiu para esse quadro de má, má não, péssima formação dos profissionais de educação, ao liberar a criação de inúmeras instituições formadores com cursos de formação de professores em "linha de montagem".

3 comentários:

JoãoMaria Andarilho Utópico disse...

Olá, Bom Dia.
A Revista Veja para mim perdeu a credibilidade, para o meu modo de pensar.
Mas contudo isto há um fundo de muita verdade.
Mas de uma olhada no ducentário.
Intitulado Dossiê da Veja.
Bacana seu blog.
Parabéns
e sucesso.

Josete disse...

Oi Franz!
Tenho acompanhado suas discussões tanto pela lista do EduBlogs como na lista nas Ondas do Rádio. Você traz ótimas contribuições para os grupos! Pena que não tenho muito tempo online, por esse motivo apareço pouca vezes.
Ainda não postei minha tentativa de artigo sobre blogs. Assim que ficar pronta colocarei no espaço Educação a Distância do meu Blog e enviarei o link para você. Eu gostaria de fazer uma porção de coisas bacanas que vejo nos blogs dos colegas, mas não tenho tempo! É isso... Obrigada pela visita.

Josete disse...

Oi Franz!
Tenho acompanhado suas discussões tanto pela lista do EduBlogs como na lista nas Ondas do Rádio. Você traz ótimas contribuições para os grupos! Pena que não tenho muito tempo online por esse motivo tenho aparecido muito pouco.
Ainda não postei minha tentativa de artigo sobre blogs. Assim que ficar pronta colocarei no espaço Educação a Distância do meu Blog e enviarei o link para você. Eu gostaria de fazer uma porção de coisas bacanas que vejo nos blogs dos colegas, mas não tenho tempo! É isso... Obrigada por ter me visitado.Volte sempre!
Josete

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum