quarta-feira, 15 de julho de 2009

Cenas de Maceió

Caro amigo e leitor, conforme prometi na postagem anterior, eis-me aqui com algumas cenas de ruas de Maceió, capital de Alagoas.

Eu nascido aqui, na Praia de Pajuçara, mas com poucos meses fui levado para Nova Iguaçu, no Estado do Rio de Janeiro. Contudo retornei algumas vezes a passeio, e cheguei a morar aqui em dois momento, em 1960 e de 1967 a 1969. Olhando a cidade hoje, me parece que Maceió não mudou. Ou se mudou foi para pior. Mas talvez meu olhar seja, atualmente, mais exigente, mais percuciente, mais crítico e intolerante com o descaso de administradores públicos e com os mau hábitos da população, seja ela alagoana, paraense, iguaçuana ou de qualquer estado e país.

A impressão que tenho nessa visita, é que saindo dos principais bairros da orla marítima, onde se localizam as praias de Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca, Jacarecica, Cruz das Almas, tanto o governo municipal quanto o estadual fazem muito pouco pela cidade. Ainda que algumas pessoas tenham dito que o atual prefeito é o que mais tem feito pela cidade, o que meus olhos vêem desmente isso. Vejo uma cidade que continua pobre, embora com um turismo vigoroso e bons hotéis na Avenida da Paz (que margeia as praias citadas) e imediações.

Há muitos prédios, mas apenas nas imediações das praias. Para o interior não se vê prédios de apartamentos e são poucas as construções civis. O trânsito é tumultuado por conta de trajetos sinuosos por suas ruas estreitas e de mão dupla, na maioria mal cuidadas. O centro comercial é pequeno e mantém o mesmo aspecto buliçoso, desordenado, de quando eu andava aqui no final de 1960. E, como em muitas cidades, estão repletas de ambulantes, tendo algumas calçadas obstruídas por mercadorias ou placas. Vi várias placas com um desenho de dentaduras, o que me leva a supor que o serviço de protético é, ainda, bem concorrido.

A feira em volta da linha do trem, e mesmo sobre ela, ainda persiste. É interessante ver os vendedores correrem para tirar suas coisas e tabuleiros quando o trem apita, e vê-los retornar após a passagem da composição.



Os ônibus, ao menos nos que embarquei, apresentam-se gastos e barulhentos. Embora não se veja pixações como em Belém, não sinto uma preocupação considerável com a preservação do patrimônio artístico e arquitetônico da cidade. O subúrbio de Maceió se mantém, com raras modificações, do mesmo jeito que o deixei ao sair, em meados de 1969. De melhoria vê-se, nalguns casos, apenas o calçamento de paralelepípedos ou asfalto. As fachadas das casas também apresentam poucas mudanças, mas nada de alto padrão, com belos acabamentos, sofisticação, luxo. O interior da maioria das residências mantém o mesmo padrão. Em compensação, em nenhum outro lugar vi o espírito de fraternidade entre visinhos ser tão grande, uma gente cordata, amigável, solícita e receptiva.

Se achas que estou sendo injusto com a cidade, com seu governo e povo, saiba que ontem, 14 de junho, o Presidente Lula "inaugurou" a reurbanização de um trecho da orla marítima alagoana, e conclamou a união dos dois poderes em prol da melhoria da cidade, logo não são apenas meus olhos de turista.

5 comentários:

comme des habitudes disse...

olá tudo bom? desculpa a invasão. tou a procura de amigos em blogs interessantes. gostei do seu. qualquer coisa pode me visitar ou me seguir. abraços

leandro cardoso

LÉA PARAENSE SERRA disse...

Fez passeio de jangada? Foi aos bares flutuantes? AI, QUE INVEJA!

Vou de coletivo! disse...

Olá!
Aqui quem fala é o Murilo, dos blogs Palavras de Osho e Os nascimentos das palavras.
Assim como você e dezenas e dezenas de outros amigos blogueiros, eu participava das blogagens coletivas do Tertúlia Virtual, belíssimo projeto de promoção de blogagens coletivas que infelizmente chegou ao fim em julho de 2009.
Para mim, a inicitativa do Tertúlia foi responsável pela realização de muitas das melhores blogagens coletivas da blogosfera em língua portuguesa.
A idéia de a cada mês reunir blogueiros em torno de um tema foi tão bem-sucedida que não podemos deixá-la morrer.
Para colaborar, lancei o Vou de coletivo!
Todo dia primeiro do mês será proposto um tema para ser abordado por blogueiros por meio de textos, imagens, vídeos e o que mais a criatividade permitir.
Assim que o tema do mês é apresentado, é aberta uma lista de inscrições. Basta você inscrever sua postagem que automaticamente será inserido um link para ela na relação de participantes. As inscrições ficam abertas o mês todo.
E você, gostou da idéia? Espero que sim!
Então não vamos perder o embalo. Logo sai o primeiro coletivo de 2009! Clique aqui e acesse o Vou de coletivo!
Abração!

Conceição Rosa disse...

Oi Franz

Conheci Maceió como turista, e pelo jeito, conheci o melhor de Maceió - e também mais do litoral de Alagoas. Fiquei encantada e com vontade de voltar, pois além da beleza da orla, fomos muito bem acolhidos nos hotéis e nos lugares que visitamos.

www.ABnix.com.br disse...

www.ABNIX.com.br - Hospedagem de Sites, Com 250 gigas de espaço, com Trafego ilimitado, Email ilimitado, e o Sevidor no Brasil que da mais velocidade para abrir seu site – Esse valor não encontra purai (Valor 10.00 R$ Mensal.)

Registre seu Dominio agora mesmo o Preço baixou – Registro Internacional - .COM .NET .ORG - R$ 1,99/ano + Hospedagem , isso é Só na ABnix Host.


Tenha Sua Rádio Web a 40.00 R$, com Site Administravel - Streaming de 1000 ouvintes a 64kbs com Auto Dj de 10 Gigas, Já Incluso com Hospedagem. Entre no site www.abnix.com.br ou msn suporte@abnix.com.br.

Oportunidade de ganhos - Seja Nosso vedendor ganhe 50 % das suas vendas, Indique Clientes para ABniX Host. Use seu site aproveite e tire proveito do que vc tem. Na Quinta Venda Damos um Dominio com hospedagem por um ano.

Aceitamos como Pagamento Pagseguro Paypal e Pagamento Digital

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum