segunda-feira, 1 de junho de 2009

Belém perde para Manaus. Por que?

Para a tristeza dos paraenses, ontem saiu o resultado que todo o estado do Pará, e principalmente sua capital, aguardava ansiosamente desde que a FIFA e a CBF acenaram com a possibilidade de Belém sediar um dos jogos da Copa de 2014. E o Belém perdeu a vez para Manaus...
O Pará ter uma tradição de futebol respeitável, pois seu povo é uma das torcidas mais fiéis, dinâmicas e pacíficas dentre as capitais. Tem times tradicionais que disputaram a 1ª Divisão e até a Libertadores; tem um magnífico estádio, elogiado por todos que o conhecem; tem facilidade de acesso por estrada aos demais estados próximos, como Fortaleza, que é outra sede da Copa; tem as mais belas praças do Brasil e uma rede hoteleira que está em franca expansão; tem um povo hospitaleiro e a melhor praia de rio do país; tem excelente culinária e cultura única, exótica. É o Portão de Entrada da Amazônia e, mesmo assim, perdeu!...
O Pará apresentou a 3ª melhor proposta técnica e gastaria pouco para adaptar seu estádio (enquanto Manaus precisaria construir um), e o governo estava disposto a cumprir todos os itens que melhorariam a cidade para receber a Copa, mas apesar de todos os indicativos a favor da sua candidatura, Belém perdeu...
Vivi metade da minha vida em Nova Iguaçu (Rio de Janeiro) e fui ao Maracanã somente num amistoso da copa de 1970, a outra metade vivo aqui em Belém, e nunca fui ao Mangueirão ver qualquer jogo. Como se vê, não sou fã de futebol, mas me senti como o torcedor que vê seu time perder o campeonato, no último minuto de jogo, e por favoritismo do juiz... E em mim ficou um gosto de frustração, o gosto deixado quando nos sentimos lesados de alguma forma. Mas, se Belém era assim tão perfeita, por que perdeu?
Bem, não sei os critérios da FIFA para dar a vitória à Manaus, mas eu sei o que a cidade de Belém tem de ruim, e isso pode ter sido a causa de Belém perder a oportunidade de sediar a Copa de 2014, e de ter perdido outras coisas no passado. Senão vejamos: tem um trânsitos ruim, muitas ruas estão esburacadas e com péssimo asfalto. Seus motoristas são maleducados, egoístas, impacientes e acham que, porque acendem o pisca-alerta, podem parar em qualquer lugar, a qualquer momento e por qualquer razão.
Só tem uma única rodovia de acesso e saída da cidade, a BR 316, e na hora do rush há um gargalo diário no chamado Complexo Viário do Entroncamento: uma construção mal organizada exatamente nessa rodovia. E ainda há um imenso templo evangélico construído exatamente onde desemboca todo esse fluxo de carros, e é preciso deixar a massa de fiéis atravessar a pista.
Em Belém tudo se agrava quando chove, pois o lixo atirado nas ruas entope os bueiros e a cidade fica alagada rapidinho. Nos últimos anos o índice pluviométrico tem aumentado, quem sabe como será em 2014?. Tem um elevado índice de pichações, principalmente em prédios e patrimônios públicos, o que enfeia a cidade. Sem falar da violência, que também está crescendo assustadoramente, e das muitas invasões nas áreas urbanas e municípios vizinhos.
Eu fiquei frustrado com essa derrota. Mas mais decepcionado fiquei com nossos políticos e com nosso povo. O povo, em vez de fazer sua parte no cuidado com a cidade, fica sempre esperando pela ação dos políticos e governantes. As pessoas sujam as ruas e esperam que a prefeitura venha limpar, constróem calçadas totalmetne irregulares, algumas com verdadeiras barreiras, como jardineiras, degraus, grades. Os bares distribuem cadeiras e mesas pela calçada, e às vezes até invade a rua, e ninguém se importa. Os carros passam com o som absurdamente alto, enquanto todos dormem. E os políticos? Estes prometeram melhorar o trânsito, abrir ou ampliar ruas e avenidas que já deveriam ter sido abertas há décadas; prometem combater a violência e melhorar os serviços à população, prometeram...
Fiquei triste porque Belém não ganhou, pois tinha a ilusão que sendo sede dos jogos da Copa de 2014, ela finalmente estaria como eu a vejo: bela, charmosa, gostosa de se viver, aprazível,... apesar de tudo.
Parabéns, Manaus!

9 comentários:

Dani Benaion disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dani Benaion disse...

Franz, meu querido, você vomitou exatamente tudo o que eu iria dizer, mas penso que além de tudo o que você brilhantemente escreveu, faltou dizer que nós, os paraenses, nos envergonhamos de nossa cultura.
Enquanto os manauaras vão a qualquer congresso de educação, levando seus cocares para exaltar a tradição do Boi Bumbá, nós, os paraenses, nos envergonhamos sequer de sermos chamados de descendentes indígenas, quanto mais de dançar o carimbó ou a marujada.
Enquanto o amazonense orgulha-se de ter a floresta amazônica preservada (é claro, lá os acessos são bem mais fiscalizados - já pensou transportar madeira clandestina em aviões?)- nós abrimos estradas e mais estradas para deixar passar a madeira roubada e vendida, abrindo clareiras em nossa floresta... e por aí vai...
Infelizmente, esta teremos que engolir :(
Mas fica o alerta de que nós, os paraenses, precisamos e muito ainda exaltar nossas tradições e defendermos nossas raízes.
Um enorme abraço.

Anônimo disse...

Éh! Franz eu concordo com tudo que você falou. Infelizmente a politica fala mais alto do que a técnica. Como você bem falou as despesas de Manaus para sediar a copa são bem altas pois nem estadio tem. Enquanto Belém já possui um com toda uma infraestrutura, e ainda PERDEMOS! Fico a pensar, após a copa o que será desse estádio em Manaus, o que vão fazer com ele? Pois lá não há clubes tradicionais como em Belém. Mas, creio que tudo isto é resultado de pouca vontade de nossos politicos. É bastante visivel!!! Tinhamos tudo para ganhar. Um abraço.

profmcarm disse...

Éh! Franz eu concordo com tudo que você falou. Infelizmente a politica fala mais alto do que a técnica. Como você bem falou as despesas de Manaus para sediar a copa são bem altas pois nem estadio tem. Enquanto Belém já possui um com toda uma infraestrutura, e ainda PERDEMOS! Fico a pensar, após a copa o que será desse estádio em Manaus, o que vão fazer com ele? Pois lá não há clubes tradicionais como em Belém. Mas, creio que tudo isto é resultado de pouca vontade de nossos politicos. É bastante visivel!!! Tinhamos tudo para ganhar. Um abraço.

1 de Junho de 2009 23:17

Franz disse...

Oi, Dani e Do Carmo, enquanto tivermos esses políticos sem visão e esse povo sem educação (educação no sentido latu) esse estado, tão magnífico e poderoso será como uma África: sempre explorado e sem receber o que merece...
Ah, Dani! O texto da postagem foi sem paragrafos, feito como uma vomitada mesmo.Rsss..
Bjs e obrigado pelos comments

Marcelo Oliveira disse...

Você descreveu em síntese o que está acontecendo, concordo plenamente. Só gostaria de salientar a falta de compromisso de gerações de governos e políticos a frente da política desse estado e cidade. Acredito que preservação ambiental e turismo tenham sid nosso ponto fraco, Morei tres anos em manaus e posso dizer com profisional de urbanismo que nenhuma realidade de transporte,saneamento,educação está melhor que a de belém. Não sou conta manaus, mas acho que belém parou no tempo, e no minmo deveria ter algum progresso (como manaus), sinceramete, acredito ainda ver uma amazonia sólida com belém e manaus equiparadas em desenvolvimento, para assim sendo beneficiar toda a amazonia.

Fernandão disse...

Caro Franz,
Tenho certeza que o concurso será um sucesso.
Quanto aos patrocínios, é assim mesmo, os empresários ainda não sabem o verdadeiro significado da expressão “cidadania empresarial”
(http://www.alcyrvermelho.com.br/patrocinios.htm ), e, a maioria, não está nem aí para cultura ou educação.
Um abraço fraterno

Fernandão disse...

Fui fazer um comentário no post sobre o concurso de blogs do Pará e fiz aqui... para não perder a viagem...
Da mesma forma que a copa de 2002, pela primeira vez foi sediada por dois países, Coréia do Sul e Japão, a FIFA deveria ter repetido aquela decisão e levado em conta que o Brasil, por se tratar de um país com dimensões continentais, e também pelo imenso espaço geográfico ocupado pela Região Norte,

Franz disse...

Oi, Marcelo. Concordo com suas palavras. Tb conheço Manaus e sei que não é melhor que Belém, mas o trânsito aqui me parece bem pior que lá. Há tb o evidentemente foco da FIFA de poder afirmar, com todas as letras, que o jogo acontece no Amazonas/Amazônia.
Bem, espero que pelo menos Belem seja sede de alguns dos jogos amistosos ou treino. Vamos aguardar... Obrigado por seu comentario

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum