sábado, 9 de fevereiro de 2013

O Ultimato evolutivo

A Revolução silenciosa: de Homo Consumus ao Homo Responsabilus

Não sei se devo pedir desculpas, meu caro leitor, mas como educador me sinto na obrigação de, nessa postagem, convidá-lo a uma reflexão ecológica, e fazer um alerta sobre nossa participação nesse caos que se transformou nosso mundo.  

É cada vez maior a nossa (minha e de Leca) preocupação com a questão ambiental e o impacto de nossa atitude egoísta e consumista sobre o planeta e, por conseguinte, sobre toda a humanidade.

Nesse sentido buscamos desenvolver ações e atitudes que, se não fazem a diferença, pelo menos reduzem nossa responsabilidade com o Status Quo em que se encontra a degradação do meio ambiente, a produção de lixo, o consumo consciente de recursos não renováveis como a água etc.

Assim, ao construímos nossa casa preparamos 3 reservatório (2 caixas d'água e uma cisterna - mais de 4 mil litros) para armazenamento da água da chuva, que usamos para a descarga nos sanitários, para a lavagem (garagem, pátio, quintal, carro) e regar plantas. Além de fazermos uma coleta seletiva do lixo doméstico e usarmos o lixo orgânico para uma pequena composteira, que gera terra adubada para as nossas plantas.

Em paralelo, estamos desenvolvendo um projeto de criação de uma ecovila, a Ecovila Iandê (veja nosso blog em  http://www.ecovila-iande.blogspot.com), onde pretendemos viver em paz e harmonia com a natureza, produzindo nossas verduras, legumes e frutas de forma natural, orgânica, sem agrotóxicos, defensivos agrícolas nem adubos químicos.

Essa é a revolução silenciosa, porquanto interior, rumo a um mundo melhor. Faça-a você também.


Vídeo do youtube.


Nenhum comentário:

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum