sexta-feira, 8 de julho de 2011

Quando as luzinhas acendem...

O que o carro, o corpo humano e o parlamento brasileiro têm em comum? Pergunta difícil e um tanto esquisita, poderiam dizer. É isso que, modestamente, essa postagem tentará mostrar. Continue lendo.

Imagem da URL: http://votozero.blogspot.com/
O CARRO
Um antigo comercial dos Postos Ipiranga dizia que "brasileiro é louco por carros". E é. Na semana passada acendeu uma luzinha no painel do meu carro. Todo motorista se assusta quando uma luzinha acende no painel do carro, né? A gente sempre acha que uma luzinha de alerta acesa num sistema é sinal que alguma coisa não vai bem. E quase sempre se está certo!

Corri para o mecânico, que me mandou para um eletricista, que me tranquilizou: era apenas o indicativo de que havia uma lâmpada queimada e um fusível em curto. Problema resolvido, todos satisfeitos.

O CORPO
Como nossos carros, nosso corpo também nos avisa quando alguma coisa vai errada, algum mal funcionamento, disfunções ou problemas, acendendo suas luzinhas. Uma dor de cabeça, por exemplo, é uma luzinha que se acende para nos avisar que algo não vai bem no organismo. No meu caso, há anos uma azia danada me acomete sempre que bebo café puro (detesto leite) ou tomo suco de cupuaçu ou uso pimenta (adoro uma pimentinha na comida!). Essa azia é uma luzinha que se acende indicando um problema no estômago: uma pequena úlcera (adquirida nos primeiros anos de magistério - ossos do ofício de quem era obrigado a trabalhar em 3 escolas e nos 3 turnos, e mal tinha tempo para uma comida decente). 

Nosso corpo é O sistema mais complexo e preciso que já foi comparado com uma máquina (perspectiva cartesiana), mas não cuidamos dele como cuidamos do nosso carro. Eu, ao contrário da atitude com o carro, dificilmente vou ao médico (na verdade detesto ir ao médico!), mas tento me cuidar. Raramente tomo café, e parei de beber o delicioso suco de cupuaçu e de usar molho de pimenta na comida; não como carne vermelha há mais de 15 anos, bebo moderadíssimamente e não fumo há 30 anos. Ah!, e vou ao médico 1 vez por ano, para o chekup. Porém acho que os homens não são muito de ir ao médico quando suas luzinhas acendem.

Entretanto, há um OUTRO corpo que há muito deixamos de dar a atenção e o cuidado que ele merece e por isso está cada vez mais enfermo, doente, senão moribundo. Pensou que era o planeta, né? Esse corpo também anda cada vez mais doente e necessitando de urgentes cuidados. Já acendeu centenas de luzinhas de advertência, mas a humanidade permanece ignorando seus alertas. Até quando?

No entanto não é da Mãe Terra que falo, mas sim de um organismo bem bem bem menor, mas tão perigoso quanto um carro desgovernado ou uma úlcera supurada: me refiro ao nosso Parlamento.

O GOVERNO
O Parlamento, esse corpo de representantes eleitos pelos cidadãos brasileiros para exercer o poder legislativo, se deteriora dia-a-dia e tem revelado chagas tão purulentas que enoja-me olhá-lo, mesmo a distância. Para alguns é o principal responsável pelas enfermidades que assolam o Brasil, e as suas luzinhas indicadoras de mal funcionamento estão há muito tempo - e frequentemente - piscando, e são tantas que mais parece um enorme carro alegórico a desfilar na noite de carnaval.
Se sempre substituímos uma peça que não serve mais por outra novinha, ou um órgão que deixa de funcionar, por que mantemos na política parlamentares notadamente corruptos?

Apesar de todos os sinais visíveis desse corpo chagado, o povo continua a ignorar o que temos, a se deixar iludir e fingir que o país está com a saúde política perfeita. Age exatamente como quando não nos importamos com uma dorzinha de cabeça, uma má digestão, uma pontada no estômago. Sempre pensando: Vai passar!

Então, já podes responder a pergunta feita no início deste post? Tente. E me mande sua conclusão, OK?

Um comentário:

aprendizagemdigital disse...

Ótimo! Concordo plenamente. Abraços da Jenny

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum