terça-feira, 17 de agosto de 2010

Ser professor é coisa pra doido?

Ser professor não é fácil, inda mais face aos desafios impostos pela sociedade teccnológica. Muita gente até pode pensar que ser professor é uma profissão como outra qualquer mas, sinto decepcionar, não é! Surpresos? Explico:

Um trabalhador normal chega no trabalho, cumpre suas 8 horas de atividade, encerra o expediente e vai embora. Mas para ser um professor a pessoa tem que ser meio, ou totalmente, maluca. Maluca porque tem que, muitas vezes, aceitar trabalhar num ambiente desfavoravel - senão adverso às suas finalidades especificas - ao cumprimento de sua atividade profissional.

Além de atuar como um profissional da educação, ainda tem que agir como psicólogo, babá, entre outras funções em sala de aula. E, como não bastasse uma jornada muitas vezes maior que 8 horas por dia, ainda leva trabalho para casa... Quem não conhece exemplo de professor/professora super dedicados aos alunos, que chega a por dinheiro de seu bolso para ajudar o colégio? Eu conheço uma professora que compra brinquedos, livrinhos e brindes para  dar aos seus alunos durante as atividades pedagógicas que realiza.

Outros são dedicados ao trabalho que esquecem de cuidar de si.  Juscelino, um grande amigo meu é assim. Ele é funcionário do estado e do município de Belém. Há dois anos assumiu a coordenação do NTE Washington Lopes de Belém, que estava  quase entregue às baratas pela gestão passada,. Para tentar mudar aquela realidade ele tirou suas férias no município e se dedicou integralmente ao trabalho no NTE. Fez um excelente trabalho, e foi retirado da coordenação. Faz duas semanas foi internado às pressas numa UTI, pois descobriu que estava com os rins seriamente comprometidos. Desde então faz hemodiálise dia sim, dia não...

Ser um professor comprometido é coisa pra doido, minha gente, porque só sendo doido  pra acreditar tanto em algo, se esforçar tanto, se dedicar tanto... por tão pouco.

Por isso, com essa postagem quero homenagear meu amigo Juscelino Hernandez,  pedindo ao Criador que lhe conceda saúde e muitos anos de vida para  curtir seu filho de apenas 1 ano.  E também  parabenizar todos os companheiros de NTE,  esses malucos que não desistem de acreditar que o computador pode promover a tão ansiada  melhoria na educação pública paraense.

6 comentários:

Max Martins disse...

Olá, Franz!

É muito bom ser professor quando a gente vê a criança evoluindo, aprendendo etc. Mas, é uma profissão difícil de seguir. Principalmente, devido às questões levantadas no texto.
Bela homenagem.
Que Deus dê as forças para que o Juscelino se recupere e possa gozar todas as alegrias possíveis junto aos seus.

Um forte abraço!

ericsiqueira disse...

Prof. Juscelino é grande merecedor desta homenagem, sem dúvida é um pioneiro da informática educativa em nosso Estado. Fiquei sensibilizado com essa situação dramática em que está passando nosso colega.

Franz disse...

Oi Max e Eric, obrigado pela visita. Juscelino tem melhorado depois de mais de 10 hemodiálises, mas continua internado. Mas, como ele mesmo diz quando se refere ao nosso papel de multiplicadores do NTE: somos bactérias resistentes.
Franz

Alexandre R Soares disse...

Oi, Franz. Nessas horas lembro do prof Sérgio Franco falando que professor é megalômano (pretender ensinar alguém..., rs, rs). Uma piada que nos faz refletir quais nossos limites humanos. Passei deles? Estou cada vez mais a incorporar as TCIs nas minhas aulas e fora delas. Os alunos pedem cada vez mais para usar os recursos que incorporo. Dá-me muito ânimo, apesar da trabalheira. Uma só aula pode levar mais de 2 anos para ser criada a contento.

Cecy disse...

Meu pai não me chama de louca, mas diz que o que eu faço é sacerdócio. Porém, não troco esse sacerdócio por nada nesse mundo.

Franz disse...

Oi, Cecy. Nao devemos pensar que essa profissao é um sacerdócio que nao é. O professor é maluco porque é um visionário, um idealista, que se entrega totalmente aquilo que acredita, nao porque considera o magistério um sacerdócio.
Obrigado por sua visita e volte sempre.

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum