sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

ENTÃO É NATAL!...

Então, caro leitor, estamos no Natal.

Então é Natal... E o que você fez?
Deixou que coisas insignificantes e irrelevantes se transformassem em figuras principais de crises e desavenças domésticas e/ou familiares? Deixou que o ano passasse sem se desculpar pela falta cometida no lar ou no trabalho? Deixou que a riqueza e poder fizessem você se achar apenas no próprio umbigo? Irritou-se no trânsito quando aquele imbecil atrás de você buzinou no exato instante em que o sinal abriu? Odiou ao seu vizinho quando ele insistiu em ouvir aquelas músicas breguíssimas que você destesta a todo volume, sem respeitar a lei do silêncio? Desejou que os políticos deste país ardessem no mármore do Inferno? Disse todos os dias do ano para sua mulher que a ama porque essa é uma verdade de sua vida?

O ano termina, e nasce outra vez.
Então, é Natal. E o que você fez?
.....................................................
É CADA VEZ MAIS COMERCIAL

Passei o Natal com a família de minha mulher e amigos. Num dado momento minha cunhada disse que, atualmente, quase não vemos presépios. O que se vê é a predominância da imagem do velho Noel e seu grande saco (epa!) de presentes, um claro e inequívoco ícone do consumo e do capitalismo. Para ela, o Natal se torna cada vez mais um evento meramente comercial, onde o que importe é comprar, gastar, presentear. A tradição e o ritual de armar o presépio, e toda simbologia que o cerca, está desaparecendo. Mas é isso que faz girar a roda da economia mundial e do progresso das nações, não é?

A modernidade tem dessas coisas: é tradiciofágica (tem essa palavra? Não a encontrei nem no Google!), ou seja, devoradora da tradição. É o que acontece com o ato de mandar cartões de Natal. Com a internet fica mais fácil, mas rápido e barato enviar os votos natalinos envolvidos em modernos cartões digitais multimidias.

Há tempos que não envio nem recebo cartões de Natal pelos Correios e, neste ano, também nem um telefonema votivo recebi. Mas encontro meu Orkut e minha mail box repleta de mensagens natalinas, muitas com anexos em PPT, apresentações típicas da época que nos convidam a refletir no sofrimento, nas lições e palavras do Crucificado; a pensar na máxima espírita de Kardec que "Fora da caridade não há salvação", em "Paz sobre a Terra aos homens de boa vontade" etc.

O Natal no mundo virtual não é melhor que o Natal no mundo real. Pode ser até mais bonitinho com tantos gifs animados, com tantas mensagens lindas em cartões animados ou em imagens magníficas, mas diabos! é tudo tão repetitivo, tão dejá vú, que uma sensação de cansaço me domina.

Mesmo assim, quero desejar para você que me lê de vez em quando ou agora pela primeira vez, e do mais fundo de minha alma, um Feliz Natal e um amazônico 2009, pleno de Paz, Saúde e Prosperidade.

6 comentários:

Claudia disse...

Construímos o Natal a cada dia, gesto, intenção... Na contra-maré, me sinto um pouco "mamãe-noel" depois que me tornei uma blogueira: sem querer tô levando o que muita gente queria, de presente... sem comércio, sem marketing, só no sentimento e nas idéias...
Parabéns, Papai Noel!

Martoni disse...

Tranz, obrigado para sempre visitar meu blog. E obrigado para os votos para o ano que está chegando. Quero retribuir desejar a você e sua família um 2009 repleto de saúde, prosperidade e com muito amor.
Como sempre tenho que dizer que esta vez tambem, concordo em tudo com o texto do "Então é Natal!...".
Um abraço, Martoni

Vanessa dos Santos Nogueira disse...

Olá!!

Estou passando pra desejar um Feliz Ano Novo!

Repleto de postagens e comentários...heheh

Muita Paz, Saúde e Amor

Abraços


VanessadosSantosNogueira
Ciberespaço na Escola

"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós."
(Antoine de Saint-Exupéry)

Emilia Miranda disse...

Caro Franz:
Obrigada pela visita aos pequenotes netescritores. Certamente que eles, quando regressarem após esta pausa de Natal, ficarão felizes ao saber que receberam um abraço amazónico!
Em meu nome pessoal e do deles, assim como em nome dos pequenotes aviadores do Voo-BPF e dos também pequenotes marinheiros do Terr@vista, envio um grande abraço português, nortenho, e os desejos de um feliz 2009,
Emília.

Jenny Horta disse...

Oi Franz!Obrigada por toda a força em 2008, por sua criatividade e alto-astral. Desejo-lhe ótimas férias!
Abraços mineiros, com um tanto da brisa do mar carioca! (aprendi com você, viu?)

Vanessa dos Santos Nogueira disse...

Olá!!

Estou passando para agradecer pelo Prêmio Dardos.

Adorei!!!

bjs

VanessadosSantosNogueira
Ciberespaço na Escola

No TOP BLOG 2011 ficamos entre os 100 melhores da categoria. Pode ser pouco para uns, mas para mim é motivo de orgulho e satisfação.
Sou muito grato a todos que passaram por essa rua que é meu blog e deram seu voto. Cord ad Cord Loquir Tum